27/09/2020

Ponte 25 de abril: um dos ícones de Lisboa

Considerada um dos principais cartões postais de Lisboa, a Ponte 25 de Abril, com cerca de 2,3 km de
Foto  ceiling - Matéria Ponte 25 de Abril - BLOG LUGARES DE MEMÓRIA
extensão, une o bairro de Alcântara, na região central, à cidade de Almada, localizada no distrito de Setúbal, do outro lado do Tejo. Seu elegante desenho, em dois níveis - um rodoviário e um ferroviário -, pode ser avistado ao longo de toda a parte final do rio - o trecho conhecido como gargalo do Tejo - que banha os bairros centrais da capital portuguesa. Para os visitantes, a ponte é cenário de belas fotos, afinal, não é à toa que foi eleita mais bonita da Europa, em 2014, pela agência European Best Destination. Para os portugueses, é uma importante via de acesso pela qual passam diariamente mais de 300 mil pessoas em automóveis – no nível superior - e outras 80 mil em trens – no nível inferior. Para ambos, é um ícone que parece inseparável da paisagem de Portugal.

A ponte já nasceu famosa. A inauguração do seu pavimento rodoviário, em 1966, foi cercada de propaganda - com manchetes de jornal e até um filme* – afinal, era a realização de um projeto esperado pelos portugueses desde 1876. Portugal estava sob uma ditadura, conhecida como Estado Novo, que atrelou a imagem da obra ao governo central, batizando-a como Ponte Salazar – sobrenome do seu primeiro ministro. Cerca de oito anos depois, quando a Revolução dos Cravos derrubou o regime 
Capa Diário de Notícias - Matéria Ponte 25 de Abril - BLOG LUGARES DE MEMÓRIA
ditatorial, essa imagem foi invertida e a ponte sobre o Tejo passou a ser relacionada à liberdade e à conquista da democracia. Desde então, seu nome remete à data da vitória.

A linha ferroviária, embora fizesse parte do projeto original, só foi inaugurada em 1.999, com a montagem do segundo nível da ponte alguns metros abaixo do pavimento destinado aos veículos rodoviários já em funcionamento desde 1966. E a evolução da ponte não parou aí. Para que portugueses e visitantes possam conhecer essa história e apreciar a ponte de cima, foi inaugurado em 2017, no sétimo pilar da ponte, uma espécie de museu que inclui também um mirador.

A Experiência Pilar 7, como é chamado esse conjunto de equipamentos culturais, oferece ao visitante a possibilidade de conhecer a história da construção da ponte e suas intervenções, e de acompanhar, por meio de um simulador de realidade virtual, o trabalho de uma equipe de manutenção. Mas o que mais impressiona o visitante é o mirador de vidro, com 80 metros de altura, que coloca o observador mais ou menos na atura do pavimento rodoviário.

Vários autores  - Matéria Ponte 25 de Abril - BLOG LUGARES DE MEMÓRIA
A polêmica da semelhança

Por causa da cor vermelha, por ser uma ponte pênsil ou por ter um desenho semelhante, a Ponte 25 de Abril às vezes é descrita como cópia da famosa Golden Gate que liga São Francisco a Sausalito
De fato, há uma grande semelhança na forma e na cor, mas pelo menos outras duas pontes têm formas semelhantes à da 25 de Abril, ambas anteriores à Golden Gate. Uma delas, a Bay Bridge, também localizada em São Francisco, faz a ligação da cidade com a vizinha Oakland e foi inaugurada em novembro de 1936, cerca de seis meses antes da Golden Gate. Embora não seja velrmelha como as outras duas, aproxima-se mais da 25 de Abril pelo design dos pilares. A outra ponte, Hercílio Luz, está localizada aqui no Brasil, em Florianópolis, e foi inaugurada em 1926 - cerca de uma década antes das outras duas.

Um ponto de referência


Na época em que foi inaugurada – ainda sob outro nome - a 25 de Abril era a 5º maior ponte pênsil do mundo e a maior fora dos Estados Unidos. Hoje já está mais atrás nessa classificação, mas continua exercendo fascínio em moradores e visitantes, e sendo escolhida por atletas para suas demonstrações. Caso do português Mário Pardo, que saltou de paraquedas da ponte duas vezes – uma em 2005 e outra em 2009. Na primeira, Mário se jogou de um caminhão em movimento. Foi a forma que ele encontrou de realizar um antigo desejo sem infringir nenhuma lei. Na segunda vez, entrou andando para se jogar de um pilar, com autorização da empresa que administra a ponte, mas esqueceu de pedir licença à polícia marítima e acabou preso.
Divulgação - Matéria Ponte 25 de Abril - BLOG LUGARES DE MEMÓRIA

Quem também elegeu a 25 de Abril para a realização de um desafio foi a atleta e médica Karina Oliani, conhecida por ter sido a brasileira mais jovem a escalar o Everest e a primeira a escalar o K2. Só que, por não ser paraquedista e sim alpinista, Karina fez um caminho inverso ao de Mário: em vez de pular, subiu até um dos dois pontos mais altos da ponte que ficam a 190 metros de altura do nível da água. E como não podia fazer isso em linha reta, percorreu 552 metros caminhando sobre tubos de 60 cm de diâmetro.

Mas Mário e Karina não foram os únicos a entrar na ponte sem estar dentro de um automóvel ou de um trem. Todos os anos, geralmente no mês de março, parte do percurso da Meia Maratona de Lisboa é feita sobre a ponte. Por causa desse evento, milhares de pessoas já tiveram e ainda terão a oportunidade de percorrer seus 2,3 km a pé.

Ponte 25 de abril - Alcântara - Lisboa - Portugal - Europa

Texto: Sylvia Leite
Jornalista - MTB: 335 DRT-SE / Linkedin / Lattes

Fotos:

(1) ceiling - Flickr: CC BY 2.0
(2) Capa do Diário de Notícias
(3) 1- 25 de Abril: Gerhard Bögner por Pixabay / 2- Golden Gate: Rich Niewiroski Jr. - CC BY 2.5 / 3- Bay Bridge: ChristianSchd - CC BY-SA 3.0/ 4- Hercílio Luz: Freitas Fotos CC BY-SA 4.0
(4) Divulgação Maratona

Participação especial: Carlos Roberto Leite de Rezende

Referências: 

Site da Lusoponte
Site Maratonas no Mundo

-----------------------------------------------------
Gostou da matéria? Você pode deixar um comentário a seguir expressando sua opinião. E se quiser ajudar a aumentar a visibilidade do blog, é só divulgar esta postagem nas redes sociais. Basta clicar, aqui abaixo, no ícone de sua rede preferida e compartilhar.


Para ler sobre outros lugares de memória, clique nos links abaixo:


Pequena Sofia
Museu do Amanhã
Jantar Mantar
BelémTira del Tiempo
A geometria de Athos Bulcão
Kilkenny
Arcos de la Frontera
Orongo
Santuário Inmaculada Concepción

10 comentários:

  1. Realmente, essa ponte merece um registro. Linda demais!
    Valeu, Sylvinha!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Que bacana, não conhecia a Ponte 25 de abril, um dos ícones de Lisboa. adorei o contexto histórico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É legal mesmo. E é uma delícia passear pela margem do Tejo apreciando a ponte.

      Excluir
  3. Linda essa Ponte 25 de abril. Merece ser um dos ícones de Lisboa. Realmente lembra a de São Francisco. Foi interessante entender sua história.

    ResponderExcluir
  4. A ponte é linda, mas gostei ainda mais da história! Lindissima!

    ResponderExcluir
  5. que legal saber mais sobre a ponte 25 de abril. Quando eu vi a foto rapidamente achei que era da Golden Bridge, realmente muita semelhança:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente parece, mas tem uma história totalmente diferente. Obrigada pelo comentário.

      Excluir

Obrigada por seu interesse em nossa postagem!