19/03/2020

A união e a solidariedade na luta contra o Covid-19

Os jornais já divulgaram, mas é importante destacar:

Com raríssimas e tristes exceções, as pessoas, em todo o mundo, estão enfrentando o 'novo corona vírus' com união e solidariedade. Muita gente tem ajudado os governos a conter a pandemia, seja seguindo as orientações, seja inventando formas de tornar a travessia menos penosa. Tudo isso serve como modelo e deve ser guardado nas memórias individual e coletiva.  

Apenas para relembrar, seguram alguns exemplos:

  • Médicos chineses que trabalharam na linha de frente do combate ao 'corona vírus' em seu país, ainda exaustos, vão à Itália levar sua experiência. 
  • Cientistas de todo o mundo trabalham incansavelmente para descobrir medicamentos e vacinas.
  • Jornalistas aumentam suas jornadas para informar a população. 
  • Jovens franceses colocam bilhetes por baixo das portas de idosos que vivem sozinhos, oferecendo-se para fazer suas compras.  O exemplo é seguido em outras partes do mundo, inclusive no Brasil.
  • Famílias italianas em confinamento confraternizam cantando juntas a partir de suas janelas.
  • Espanhóis jogam bingo, fazem ginástica.
  • Libaneses cantam parabéns para a vizinha aniversariante que mostra o bolo na varanda. 
  • Na Escócia, um casal diz ter gasto o equivalente a R$12 mil em máscaras, álcool em gel e lenços umedecidos para pessoas com mais de 65 anos.
  • No Brasil: 
  1. Pessoas com mais recursos estão ajudando as menos privilegiadas. Famílias dispensam diaristas e continuam pagando integralmente para que elas permaneçam em casa protegidas do vírus. Proprietários reduzem alugueis de imóveis residenciais pagos por famílias de baixa renda.
  2. Campanhas são feitas para que se dê prioridade ao pequeno comércio de bairro, que é o mais vulnerável à queda nas vendas. 
  3. Jovens seguem o exemplo dos franceses e começam a fazer compras para vizinhos idosos. 
  4. Contadores de histórias e cordelistas divertem crianças e adultos confinados.
  5. Listas de músicas, filmes e e-books são enviados pelo zap.
  6. Alguns estabelecimentos distribuem frascos de álcool em gel gratuitamente para pessoas de baixa renda.
  7. Uma cliente se oferece para pagar o aluguel de uma livraria.
  8.  O mundo inteiro medita e faz orações!
  9. E muito mais!

Como diz um provérbio sufi, "Isso também passará".

Vamos fazer o que precisa ser feito para que passe mais rapidamente e com menos perdas!

O blog 'lugares de memória' agradece a todos aqueles que estão unidos e solidários e pede aos que ainda estão querendo tirar proveito da situação ou permanecem insensíveis, sem fazer a sua parcela de doação, que se redimam pois, por enquanto, ainda está em tempo.

Todos juntos à distância. Que ninguém chegue perto de ninguém, mas que fiquemos em contato a partir das janelas e varandas. E que ninguém solte o zap de ninguém!

Fonte: G1, Infonet, Sul21, e outros

Foto: Congerdesign/Pixabay

PS: Nossa matéria desta quinta foi adiada para domingo.

4 comentários:

  1. São ações solidárias como essas que nos levam a acreditar que o mundo pode ser mais fraterno e justo.
    Abraços
    Val Cantanhede

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. É isso, mesmo, Sylvinha. Todos em casa, recolhidos por um tempo para, no final, festejar esse desafio. Vamos olhar para os lados e ajudar quem está ao redor. Esse exercício de solidariedade vai nos tornar seres melhores.
    Beijo
    sonia.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu interesse em nossa postagem!