11/04/2019

Cádiz: a cidade milenar que influenciou o Brasil

BLOG LUGARES DE MEMÓRIA -  Matéria Cádiz -Foto Jonathan Reichel por PxiabayAo visitar Cádiz, provavelmente você escutará por toda parte que está conhecendo a mais antiga cidade do ocidente e a informação é confirmada pela maioria dos textos jornalísticos ou didáticos. Os mais cautelosos dizem que a cidade está entre as mais antigas do mundo ocidental. Seja como for, todos concordam que sua fundação ocorreu cerca de 1.100 anos antes de Cristo e seus autores foram os fenícios, que lhe deram o nome de Gadir, ou cidade entre muralhas. 

BLOG LUGARES DE MEMÓRIA -  Matéria Cádiz - Foto cocoparisienne por PixabayMas a criação de Cádiz tem também uma hipótese lendária, inspirada em fatos da Mitologia Grega. Há muitas versões, mas o enredo
comum a todas conta que o deus grego Hércules, ao realizar seu décimo trabalho, que era a captura do gado vermelho de Gerião - um monstro de três cabeças que habitava a região onde hoje está a província de Cádiz - teria aberto com seus ombros o Estreito de Gibraltar, separando a Europa da África e deixando de cada lado um morro, ambos batizados como Colunas de Hércules*. Em consequência dessa divisão, teria nascido ali a nova cidade.

Cádiz: a cidade fortificada


Entre a História e as lendas, Cádiz se desenvolveu como um lugar cobiçado por sua privilegiada localização, com acesso ao Oceano Atlântico e ao Mar Mediterrâneo. Ainda na Antiguidade, a cidade foi invadida pelos romanos, que passaram a chamá-la de Gades. 

O testemunho dessa época está principalmente nas ruínas de um teatro escavado na década de 1.980. Com capacidade para 20 mil espectadores - quase metade da população da cidade na época - é considerado o segundo maior teatro romano da Espanha e o primeiro a ser construído na Península Ibérica.

Cádiz também foi tomada pelos visigodos, pelos árabes, e sofreu ataque de vários outros povos, inclusive dos vikings, dos franceses e até dos ingleses. Os árabes permaneceram ali por cerca de oito séculos e sua marca está impressa em várias áreas, da arquitetura à dança Flamenca - que mistura
BLOG LUGARES DE MEMÓRIA -  Matéria Cádiz - Foto
traços de três culturas: cigana, judaica e árabe.

A Cádiz dos espanhóis 


BLOG LUGARES DE MEMÓRIA -  Matéria Cádiz - Foto Qrry por PixabayNapoleão Bonaparte está entre os governantes que cobiçaram a cidade, mas os gaditanos resistiram a um cerco de dois anos e meio com ajuda de tropas inglesas e portuguesas. Nesse período, o governo foi transferido para San Fernando, que na época era uma aldeia. A mobilização para defesa da cidade contou com a participação de muitos civis que eram chamados de araras por causa das corres berrantes de seus uniformes.

Sobre os ingleses, que fizeram vários ataques à cidade, conta-se um episódio curioso. Em uma das tentativa de invadir e saquear a cidade, as embarcações chegaram à costa de Cádiz sem suprimentos e o comandante da expedição teria autorizado os soldados a descerem para comprar alimentos antes de iniciar o ataque. Mas em vez de fazer as compras, eles foram aos bares e se embriagaram. Ao vê-los naquele estado, os comandantes desistiram do ataque e voltaram para a Inglaterra. 

Embora tenha florescido na antiguidade com a pesca de atum, Cádiz teve sua maior expansão a partir da Idade Média, com as navegações. Sua localização à margem do Atlântico favorecia a comunicação entre o novo mundo e as principais cidade da Espanha, especialmente Sevilla, que comandava o comércio de além-mar. Há quem diga, inclusive, que as expedições de Colombo saíram de seu porto, mas o local indicado oficialmente como ponto de partida, pelo menos da viagem de 1492, é Palos de La Frontera, na província de Huelva, também na Andaluzia.

BLOG LUGARES DE MEMÓRIA -  Matéria Cádiz -Foto manusama por PxiabayCom o crescimento do comércio, a cidade ganhou importância na Espanha e passou a abrigar a Casa de La Contratación, que era o órgão de comando do comércio com o novo mundo, anteriormente sediado em Sevilla. Cádiz chegou também, por um curto período, a ser a capital espanhola.


A Constituição La Pepa


BLOG LUGARES DE MEMÓRIA -  Matéria Cádiz - Foto Ange Zerenè por PxiabayMas, provavelmente, o acontecimento político mais importante para a cidade foi a promulgação da Constituição Política da Monarquia Espanhola -  que ficou conhecida como Constituição de Cádiz e mais popularmente como La Pepa (apelido para Josefa) porque foi promulgada no dia de São José. La Pepa  foi a primeira constituição da Espanha, a primeira da Península Ibérica e uma das primeiras do mundo. 

Embora tenha vigorado por apenas dois anos, acredita-se que seu teto exerceu forte influência sobre a história constitucional  da Espanha, de Portugal e da América Latina. E tudo indica que, por duas razões, uma das maiores influências de La Pepa se deu sobre o Brasil. Em primeiro lugar porque, em 1821 - por razoes decorrentes da vinda da família real para o Brasil - La Pepa tornou-se, por um dia, a Constituição do Brasil. A segunda é que a nossa primeira constituição, promulgada em 1824, teve como fontes, segundo Afonso Arinos**, "as ideias constitucionais francesas diretamente ou por intermédio da de Cádiz".

Por tudo isso, o passeio mais característico de Cádiz é caminhar ao longo das muralhas que protegem a cidade imaginando que a qualquer momento podemos ser surpreendidos pela chegada de piratas ou de outros invasores. E para tornar a caminhada ainda mais especial, podemos lembrar que mesmo não tendo sido dali que saíram as caravelas Santa Maria, Pinta e Niña, a cidade faz parte de nossa formação, pois foi o ponto inicial de pensamentos que atravessaram o oceano e deram início à nossa história constitucional.



* Os dois morros existem - um em cada margem do Estreito de Gibraltar.

** Afonso Arinos, O Constitucionalismo de D. Pedro I (no Brasil e em Portugal), Senado Federal, Brasília, 2003, pg. 15. Citado por José Sarney em "La Pepa, Constituição do Brasil".

Cádiz - Cádiz -Andaluzia - Espanha


Texto: Sylvia Leite
Jornalista - MTB: 335 DRT-SE / Linkedin / Lattes 
    Fotos: Pixabay

    (Foto 1 ) Jonathan Reichel 
    (Fotos 2 e 4) cocoparisienne 
    (Foto 3)  Qrry 
    (Foto 5 manusama 
    (Foto 6)  Ange Zerenè 

    -------------------------------------------
    Gostou da matéria? Você pode deixar um comentário a seguir expressando sua opinião. E se quiser ajudar a aumentar a visibilidade do blog, é só divulgar esta postagem nas redes sociais. Basta  clicar, aqui abaixo, no ícone de sua rede preferida e compartilhar.

    Para ler sobre outros 'lugares de memória', clique nos links abaixo:

    Tilonia
    Óbidos



    10 comentários:

    1. Surpreendente Cádiz, nunca imaginei que fosse tão precursora e mítica. Tantas vezes que estivemos...muito linda cidade. Excelente trabalho amiga .

      ResponderExcluir
    2. É verdade, Pablo, tantas vezes que estivemos! Faz tempo que não vou por lá. Saudade. Obrigada pelo comentário.

      ResponderExcluir
    3. Texto maravilhoso, Sylvinha! Parabéns! Eu sabia que a cidade era das mais antigas, mas não sabia que era tanto!!!!

      ResponderExcluir
    4. e eu, que tantas vezes fui à Espanha, só vi Cádiz do avião. na próxima quero conhecê-la por terra...rs

      ResponderExcluir
    5. Mais uma vez parabéns pelo excelente texto, mais uma cidade que gostaria de conhecer.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigada, Neilton. Pode colocar em sua lista sem medo, rsrs. Beijo

        Excluir
    6. Linda Cádiz!
      Parabéns por esse texto fascinante, Sylvinha!
      Abraços
      Val Cantanhede

      ResponderExcluir