10/05/2018

Assis: um refúgio de paz no centro da Itália

Blog lugares de memória - Matéria AssisUma frase no guia turístico anuncia: os becos são a alma da cidade. Talvez essa afirmação não se justifique apenas pelo fato das ruelas estreitas e vazias estarem presentes em toda a extensão do povoado medieval, mas principalmente por elas deixarem transparecer com maior clareza a atmosfera de paz e harmonia que reina no lugar.

Blog lugares de memória - Matéria AssisAssis é a terra natal de São Francisco, o santo protetor dos animais e criador da Ordem Franciscana, uma das mais conhecidas da Igreja Católica. Embora receba anualmente milhares de turistas, consegue manter o clima de simplicidade que caracteriza a história de seu mais famoso nativo.

Contam os biógrafos que Francisco era filho único de um rico comerciante e decidiu abandonar tudo para levar uma vida simples, inspirado no exemplo de Cristo. Logo que saiu de casa, conquistou alguns seguidores e com eles passou a reconstruir igrejas com pedras doadas pela população. Seu abrigo era uma pequena capela localizada em um bosque de carvalhos, também restaurada por ele e conhecida como Porciúncula.

No início, Francisco enfrentou críticas e oposições, mas acabou conseguindo autorização do papa para fundar a Ordem dos Frades Menores*. A jovem Clara, com quem mantinha grande afinidade, também abandonou a vida confortável que mantinha com os pais para tornar-se peregrina e criou a Ordem das Pobres Damas ou Clarissas.

Blog lugares de memória - Matéria AssisO comportamento revolucionário de Francisco e de seus seguidores assombrou a sociedade local. Sua ordem fazia pregações itinerantes, em contraste com os outros religiosos da época que residiam em mosteiros. Convicto de que os bens materiais provocavam discórdia, seguia os mandamentos cristãos com muito mais rigor do que qualquer organização já consolidada, mas não era adepto de convenções ou formalidades. Contrariando uma prática comum entre os seus contemporâneos, não encorajava os fiéis a buscarem a própria salvação. Em vez disso, estimulava a fraternidade e escrevia poemas.

Blog lugares de memória - Matéria AssisPesquisadores acadêmicos mais recentes acreditam que ainda há muito a esclarecer sobre os aspectos políticos e místicos de sua atuação. Há quem levante a hipótese, por exemplo, de Francisco ter seguido um caminho iniciático dentro do Sufismo* - o braço esotérico do Islã, ou de ter praticado o esoterismo dentro do próprio Cristianismo.  Segundo algumas correntes de tradição Hinduísta, Francisco também teria observado os fundamentos da Ioga.

O único ponto unânime tanto entre biógrafos antigos como entre pesquisadores modernos é o fato de Francisco ter vivido de forma pacata e tranquila, espalhando doçura e amorosidade. E essas são as qualidades que Assis parece ter escolhido para oferecer a cada um de seus visitantes.

*Para os que defendem essa suposição, o nome Ordem dos Irmãos Menores seria uma referência à Ordem Sufi dos Irmãos Maiores criada pelo místico Najmuddin Kubra que, entre outras coincidências com São Francisco, teria uma grande proximidade com os animais.

Assis - Umbria - Itália


Texto: Sylvia Leite 
Jornalista - MTB: 335 DRT-SE / Linkedin / Lattes 

Fotos: Pixabay
-----------------------------------------------------
Deixe um comentário a seguir e, se gostou, divulgue esta postagem em seus perfis nas redes sociais. Nos quadradinhos abaixo, você pode clicar em sua rede preferida e compartilhar diretamente.

Para ler sobre outros lugares de memória, clique nos links abaixo:

28 comentários:

  1. Sou muito fa de São Francisco. Adorei.

    ResponderExcluir
  2. Minhas irmãs Tânia e Lívia e alguns amigos estão passando hoje em Assis. Mande para elas este wz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. Espero que a postagem as incentive a aproveitar ao máximo a sensação interior que a cidade proporciona.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Obrigada, Zenóbia. Espero que a postagem as incentive a aproveitar ao máximo a sensação interior que a cidade proporciona.

      Excluir
  4. LilianeRomanelli10 de maio de 2018 09:43

    Que lugar maravilhoso, de paz interior inquestionável...Ninguém é a mesma pessoa depois de estar em Assis, tem algo em nosso interno que se transforma. Amei este lugar...

    ResponderExcluir
  5. cidade encantadora, tanto no aspecto físico quando histórico e religioso. Amo São Francisco!

    ResponderExcluir
  6. Que maravilha! Adorei a história sobre São Francisco, protetor dos animais, também. Dá vontade de ir pra lá agora.

    ResponderExcluir
  7. CELIA REGINA MORAES LEME10 de maio de 2018 20:29

    Quando conheci Assis não conseguia ir embora. Tinha planejado ficar lá 2 dias e acabei ficando 4 pq a energia e a paz do lugar são indescritíveis.

    ResponderExcluir
  8. CELIA REGINA MORAES LEME10 de maio de 2018 20:32

    Concordo com a Liliane Romaneli, quando estive lá não conseguia ir embora e fiquei 3 dias.

    ResponderExcluir
  9. cada vez mais apaixonante seu blog, Sylvia, parabéns... não conheci Assis e esta matéria é um superconvite a isso! bej

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Vi. É muito bom saber que o blog está despertando desejos. Essa é a ideia. Que bom que está funcionando! Quinta tem mais. Não perca! Beijo.

      Excluir
  10. Francisco foi a mais próxima imitacao do Cristo em minha opinião. Assis em sua simplicidade nos lembra disso.
    Augusta Leite

    ResponderExcluir
  11. Francisco foi a mais próxima imitacao do Cristo em minha opinião. Assis em sua simplicidade nos lembra disso.
    Augusta Leite

    ResponderExcluir
  12. Mais um lindo lugar pra gente conhecer. Obrigada!

    ResponderExcluir
  13. Ainda não conheço Assis e para dizer a verdade, nem me chamava a atenção , mas agora com certeza está na minha lista!

    ResponderExcluir
  14. Sylvia linda reportagem. Passei lá em uma das viagens ligeiro. Gostei muito. Essas letrinhas azuis nos levam a passar muito tempo viajando e aprendendo sobre muitas pessoas e locais. Parabéns.

    ResponderExcluir
  15. Essas vielas me chamam! Hehehe. Lembrei do filme Cópia Fiel de Kiarostami, que se passa em uma cidadezinha italiana com aspecto bastantw similar a de Assis!

    ResponderExcluir